mar 062016
 

Muitas vezes, na tentativa de se valorizar, a pessoa se torna insuportavelmente arrogante. Será que isso já aconteceu com você? Cuidado!

Não é incomum encontrarmos pessoas arrogantes no dia-a-dia, ou como diriam os mais velhos “gente com o rei na barriga”.

Devemos sempre batalhar para que amanhã sejamos melhores do que hoje, mas quando você encontra alguém que não conseguiu atingir esta meta, você é humilde? Quando você quer mostrar seu valor, consegue fazer isso com humildade?

Humildade é uma virtude que surge a partir da consciência das próprias limitações, o que faz com que a pessoa seja modesta e aja de maneira simples.

Devemos ter consciência de que não sabemos tudo! Estamos em constante aprendizado e sempre encontraremos alguém que sabe mais sobre algo do que nós.

Mas muitas pessoas tem dificuldade em encontrar o equilíbrio entre a arrogância e a humildade, daí valem essas duas dicas de ouro:

• Não se humilhe

Tem gente que na tentativa de demonstrar que é humilde, acaba se humilhando, rastejando, como se implorasse por algo. Isso também não é bom pra ninguém.
Por exemplo: Em uma entrevista para emprego você sabe qual é o seu potencial, então não se humilhe aceitando qualquer coisa. É importante se valorizar, mostrar o que sabe, mas sem exageros, sem menosprezar aqueles que estão te ouvindo.
Valorize-se, fale sobre o que sabe, mas demonstre sua humildade destacando seu interesse e disposição em aprender com os outros sempre.

• Evite julgamentos

Se você se sente em uma posição melhor do que a de outra pessoa, não tem o direito de afirmar que ela não tenha se esforçado como você se esforçou. As pessoas são diferentes entre si, mas todo mundo tem uma história. Evite julgar para não ser arrogante e injusto.

Valorizar-se não é subir em um pedestal e julgar-se inatingível. Como diria o filósofo Sêneca:

“Muitos teriam sido sábios se não tivessem acreditado demasiado cedo em que já o eram.”