jan 272016
 

Muitas vezes, na hora de elaborar o currículo bate uma insegurança mesmo que não seja para o primeiro emprego. É importante estar em dia com o que o mercado de trabalho deseja, por isso, veja algumas dicas superimportantes neste post.

O currículo adequado deve conter:

  • Seus dados pessoais com meios de contato;
  • Objetivo;
  • Formação;
  • Histórico profissional;
  • Qualificações ou Formação extracurricular;
  • Habilidades.

É importante que as informações sejam organizadas dentro de cada bloco. Por exemplo: o bloco de dados pessoais deve começar com seu nome seguido de sua idade, endereço residencial (Rua/Av., nº da residência, bairro, cidade, estado, CEP), telefones fixo e celular e endereço de e-mail.

Para cada bloco preste atenção nos detalhes:

Dados pessoais

Se você já colocou idade não há necessidade de colocar a data de nascimento. A idade facilita para o selecionador te conhecer mais rápido.

Ao colocar o endereço de e-mail tenha em mente que esta informação também te representa e por isso tome cuidado para não colocar algo que faça o selecionador te interpretar de forma equivocada. Por exemplo:  gatinhamanhosa@….   ou  morenosarado@…   que são típicos de pré-adolescentes quando criam e-mail para se comunicar com colegas, mas são totalmente inadequados para uso profissional e podem até fazer com que o selecionador crie uma imagem vulgar a seu respeito.

Se seu endereço de e-mail é informal, é interessante que crie um endereço de e-mail mais neutro para seu currículo. A dica é: faça uma combinação de seu nome com letras de seu sobrenome, utilize . (ponto) – (hífen) ou _ (underline) como separadores. Por exemplo: Joao.Mello@…

Não coloque informações de seus documentos de RG, CPF ou qualquer outro. Eles serão solicitados caso seu currículo seja interessante para a empresa.

Objetivo

Um parágrafo é suficiente para você dizer porque está enviando o currículo. Mas atenção, não digite coisas óbvias como “Conseguir um emprego”. É claro que uma pessoa que envia currículo para uma empresa tem esse objetivo, então não precisa dizer.

Outros textos que você deve evitar:

– Aumentar os lucros desta empresa

É muita pretensão para quem nem chegou ainda, além de fazer o pré-julgamento  de que a empresa não está atingindo os lucros possíveis.

– Dar tudo de mim para realizar um bom trabalho.

A primeira parte da frase (Dar tudo de mim) parece um jogador de futebol falando e a segunda parte (realizar um bom trabalho) não é mais do que sua obrigação e o esperado pela empresa.

– Fazer carreira até chegar à alta gestão.

Isso você deve planejar e conquistar ao longo do tempo, mas não deve citar como objetivo porque pode soar como “ameaça” para quem está te selecionando e se este não for um profissional atualizado com os novos modelos de gestão  seu currículo poderá ser arquivado.

Então qual seria o texto para Objetivo?

Por exemplo:

Colocar em prática conhecimentos adquiridos para contribuir com a empresa e buscar minha evolução profissional.

Formação

Comece pelas informações mais recentes para cada formação que mereça ser apresentada em seu currículo. Isso quer dizer que não há necessidade de colocar “Ensino Médio Regular” se antes você informou que está cursando a graduação. Mas caso você tenha feito o “Ensino Técnico” é importante destacar porque esse se torna um diferencial competitivo.

As informações para cada formação devem ser:  nível, curso, instituição, ano de conclusão ou ano de previsão para conclusão. Por exemplo:

1º ano de Graduação em Tecnologia da informação

Nome da Instituição – Conclusão: ano

Histórico Profissional (ou Experiência Profissional)

Comece pelas informações mais recentes para cada experiência que mereça ser apresentada em seu currículo. Ou seja, experiências informais e que não tem nenhuma relação com a possível vaga de emprego não devem ser citadas.

Para cada experiência profissional que você deseja apresentar no currículo, considere as seguintes informações:

– Cargo

Nome da empresa

Mês/ano de entrada – Mês/ano de saída

Descrição das atividades que realizava, mas atenção:  não utilize a 3ª pessoa (realizou, fez, gerenciou etc…)

 

Qualificação (ou Formação extracurricular)

Neste bloco você pode destacar cursos extras como curso de idiomas ou outros cursos de curta duração.

Para cada curso coloque: do que se trata, onde fez e o mês/ano de realização.

Cuidado: não coloque cursos irrelevantes como, por exemplo, “datilografia”, já que hoje não é exigido nem o curso de digitação para uso de tecnologia de rotina.

 

Habilidades

Neste bloco você pode destacar a sua competência/capacidade de colocar algo em prática. Por exemplo:

– trabalhar em equipe

– relacionamento interpessoal

 

Para formatação do seu currículo lembre-se: menos é mais, ou seja, não enfeite. Escolha uma fonte simples como arial ou verdana, tamanho 11, alinhamento justificado com formatação de página normal (margem superior e inferior 2,5 e margens esquerda e direita 3,0).

Não imprima várias cópias (xerox)  para sair distribuindo, essa atitude pode desvalorizar seu currículo. Personalize o objetivo de acordo com a oportunidade/empresa e imprima uma cópia ou envie por e-mail o arquivo PDF (formato bloqueado para alterações).

E chegando ao final surge a pergunta: E como deve ser a carta de apresentação?

Hoje em dia a carta de apresentação não é mais sugerida.  Se você enviar o currículo por e-mail, escreva um parágrafo introdutório, mas não repita as informações que estão no currículo.

Agora é torcer e ficar na expectativa de uma resposta positiva.

Boa Sorte!