nov 082013
 

Para quem está finalizando o Ensino Médio ou Técnico, agora é hora de enfrentar o desafio para ingressar na faculdade. Mas qual o melhor caminho?

Em primeiro lugar é preciso saber o que você quer. Se você tem muitas dúvidas comece pela velha tática de eliminação. É importante entender que em geral os cursos se encaixam em uma das quatro categorias:

  • Biológicas: cursos onde se estuda a vida incluindo a biologia humana e a natureza. O campo de pode ser desde o estudo da genética que busca produzir plantas e alimentos melhores até a área da saúde (a medicina e todas as suas ramificações e especializações), buscando melhorar a qualidade de vida no mundo.
  • Exatas: cursos que têm a Matemática, Química e a Física e todas as subdivisões dessas como peças fundamentais de estudos. Ideal para quem tem facilidade com Raciocínio Lógico e Estratégico (pensa rápido e geralmente acerta). Por meio das ciências exatas os egípcios conseguiram construir as imensas pirâmides e o homem conseguiu chegar à lua no século 20.
  • Humanas: cursos que consideram o ser humano como principal elemento de estudo ou foco de estudo. São estudos apoiados em reflexão (comportamento, artes e comunicação).
  • Engenharia: colocar o conhecimento em prática produzindo algo novo. Esta área pode ter aprofundamento em ciências exatas como Engenharia de Mecânica, ciências biológicas como Engenharia Genética, ou ciências humanas como Engenharia Social.

Se você já identificou a área que mais se aproxima do seu perfil está ótimo! Você já reduziu o número de cursos para buscar informações e descobrir onde investir esforços.

Não se prenda ao antigo pensamento de que “quem faz um determinado curso só poderá trabalhar na área específica do curso”, atualmente muitas áreas do mercado de trabalho exigem profissionais de diversas outras áreas como, por exemplo: a área de Riscos de um banco pode ter profissionais formados em economia, matemática, estatísticas, finanças, etc.

Mas, independente do curso é importante saber como chegar lá. Leia o post Caminhos para a Universidade – como chegar lá!.