jan 182013
 

Estilo é maneira especial de exprimir os pensamentos, ao falar, escrever, se vestir ou se produzir. Você já parou para pensar se está usando seu estilo a favor ou contra sua evolução profissional? Tatuagem? Homem de brinco? Alargador na orelha? Cabelo azul, verde, roxo, etc.? Nerd? Gótico?…

São tantos os estilos e alguns são tão originais que fica difícil descrever com uma palavra. Mas, assim como cada pessoa física tem seu estilo, as pessoas jurídicas (empresas/ instituições) também têm um estilo.

Quando um empreender abre uma empresa, geralmente a empresa terá o estilo do seu fundador.

Podemos citar o exemplo:

• Instituições Financeiras – tem um estilo para transmitir seriedade e confiança, afinal o banqueiro quer que você confie a ele o seu dinheiro para guarda ou investimento. O estilo é sóbrio (moderado e simples, sem exageros).

• Agência de Marketing – procura se apresentar em um estilo que mostra o quão a empresa é criativa e inovadora para gerar expectativas em seus clientes sobre o que a empresa pode fazer por eles.

Não são poucas as vezes que uma pessoa fica preocupada ou indecisa quando precisa se preparar para um momento fora de seu cotidiano: uma entrevista, uma reunião com pessoas de cargos superiores, um congresso, uma palestra e até uma confraternização de final de ano.

Então vale a dica: Aproveite seu estilo para conquistar oportunidades. Ou, Vale o alerta: Cuidado! Você pode perder oportunidades por causa de seu estilo.

Em primeiro lugar, não tente conquistar oportunidades o tempo todo em todo lugar, afinal não é o mundo inteiro que segue seu estilo e uma regra muito importante é: Busque crescimento em lugares que têm estilo próximo do seu ou aquele estilo que você deseja assumir. Só tente mudar seu estilo se for mesmo seu desejo independente da oportunidade. Não adianta mudar só para garantir uma conquista, pois mais cedo ou mais tarde a máscara cai e vai lhe causar sofrimento.

Pense na seguinte situação: Um jovem de estilo criativo e brincalhão, precisa muito de um emprego e resolve se candidatar a uma vaga na área de vendas de um Cemitério particular. Ele pode até disfarçar seu estilo mostrando-se um compadecido vendedor de jazigos, mas em pouco tempo ele cairá na própria armadilha e atenderá um futuro cliente com sorriso, alto astral, brincadeiras e o cliente vai querer ir embora logo, afinal o assunto não é alegre.

O inverso também pode acontecer: Uma pessoa que acaba de se recuperar de um momento de depressão causado por tragédias da vida, acredita que um trabalho irá lhe ajudar e candidata-se a uma vaga em um buffet infantil como animadora de festas. Se seu perfil antes da depressão não era extrovertido, alegre e brincalhona, após recuperar-se não irá se transformar só porque conseguiu um emprego. Além disso, corre o risco de levar seu sentimento triste para o ambiente de trabalho e ser interpretada como uma pessoa negativa e não desejada naquele ambiente.

Muitas vezes as pessoas tem dificuldade em progredir porque escolheram a oportunidade errada. Se em algum momento você sentir que perdeu uma oportunidade de trabalho por causa de uma roupa, uma tatuagem, cor do cabelo, etc., antes de sair gritando que “sofreu discriminação”, avalie se você procurou a oportunidade no lugar certo.

Pense que: você se casaria com qualquer pessoa? Certamente a resposta é NÃO. Afinal a pessoa com quem você talvez queira compartilhar o resto de sua vida deve ter no mínimo um estilo próximo do seu. O mesmo acontece com uma empresa, é preciso ter funcionários com estilos compatíveis para preservar o estilo empresarial e prosperar em seu segmento de mercado.

Avalie seu estilo, seus planos profissionais e Boa Sorte!